-:BENEFÍCIOS:-

Melhora o desempenho mental’

Melhora o Desempenho Mental

Monday, June 16th, 2014

meditation-image-78Pesquisadores do Hospital Geral de Massachusetts descobriram que pessoas que praticam meditação regularmente têm melhor desempenho mental, tais como o reforço da aprendizagem, memória e compaixão. Nos participantes que meditam regularmente, os pesquisadores descobriram uma maior quantidade de massa cinzenta no hipocampo; uma região do cérebro associada com a aprendizagem e a memória. Na amígdala, os pesquisadores notaram uma diminuição da massa cinzenta, resultando na redução significativa do estresse e ansiedade. Devido ao potencial promissor que a meditação tem de aliviar o estresse, os pesquisadores estão considerando incorporar terapias meditativas em planos de tratamento para distúrbios relacionados ao estresse como TEPT. A meditação desempenha um papel significativo na melhoria do bem-estar e do desempenho mental, e prevê-se que continue a proporcionar benefícios cognitivos e psicológicos em longo prazo aos praticantes.

Share

Aumenta a Disciplina Mental

Monday, June 16th, 2014

╰ღ╮♥╭ღ╯Um recente artigo publicado na Neuroimage sugere que a meditação mindfulness aumenta as conexões no cérebro, melhorando a disciplina mental. Estudos conduzidos pela UCLA, Hospital Geral de Massachusetts e Centro Médico Diaconisa Beth Israel geram conclusões semelhantes que apontam para uma melhora na conectividade do cérebro resultante desta forma particular de meditação. Um estudo sugere até mesmo que a meditação é poderosa o suficiente para afetar nossos genes. Os pesquisadores explicam que a meditação evoca uma “resposta de relaxamento” que permite a ativação e desativação de determinados conjuntos de genes em quem medita regularmente. Embora ainda sejam necessários mais estudos e pesquisas sobre as relações entre a meditação e o controle do gene, o estudo indica que os genes afetados por esta técnica controle os processos de inflamação, morte celular e radicais livres.

Share

Causa Mudanças de Comportamento no Cérebro

Monday, June 16th, 2014

meditation-image-80Pesquisadores da Universidade de Tecnologia do Texas descobriram que o Treino Integrativo de Corpo e Mente (IBMT) faz com que as transformações estruturais na substância branca no cérebro acarretem mudanças comportamentais positivas nos indivíduos. O IBMT, uma abordagem chinesa da meditação mindfulness, provou dar estes benefícios a qualquer pessoa que tenha praticado a técnica regularmente pelo menos um mês durante no mínimo 11 horas no total. As conexões cerebrais relacionadas à substância branca estão ligadas a melhorias das mudanças de humor dos participantes. Os resultados fornecem mais provas de melhor neuroplasticidade como resultado da meditação mindfulness, na qual têm a capacidade de afetar positivamente o desenvolvimento emocional e cognitivo.

Share

Aumenta as Conexões Cerebrais

Monday, June 16th, 2014

meditation-image-81Uma pesquisa recente conduzida pela equipe de pesquisadores da Universidade de Tecnologia Dalian e da Universidade do Oregon sugere que a meditação mindfulness chinesa provoca um aumento na conectividade cerebral. Conhecido como IBMT, este método está intimamente relacionado com a tradicional medicina chinesa e concentra-se em chegar a um estado de alerta repousante que facilita um sentido mais aguçado da consciência da mente e do corpo. O treinamento em IBMT ainda não está disponível nos Estados Unidos, apesar da pesquisa ser realizada na Universidade do Oregon. As descobertas do estudo sugerem a capacidade do cérebro de alterar a sua estrutura em uma área relacionada com o discernimento do individuo. Apesar de produzir resultados promissores, mais pesquisas serão necessárias para uma compreensão mais profunda dos processos funcionando no cérebro durante o IBMT.

Share

Melhora o Controle das Emoções e o Comportamento

Monday, June 16th, 2014

meditation-image-82Um artigo publicado no Procedimentos da Academia Nacional de Ciência indica que a meditação IBMT aumenta o controle mental das emoções, comportamentos e pensamentos. Depois de praticar esta técnica de meditação tradicional chinesa por apenas 11 horas, os participantes do estudo já haviam demonstrado mudanças estruturais em uma área do cérebro – o córtex cingulado anterior – associado com o controle do comportamento e da emoção. Não só esta estrutura cerebral foi alterada, mas sua conectividade com outras áreas do cérebro foram significativamente fortalecidas. Estas descobertas sugerem o uso de IBMT para melhorar o desempenho no trabalho e controlar as emoções em situações de alto estresse, incluindo fazer provas e falar em público, bem como muitas outras situações da vida quotidiana.

Share

Retarda o Envelhecimento do Cérebro

Monday, June 16th, 2014

meditation-image-83Um recente estudo realizado por cientistas de Yale e do Hospital Geral de Massachusetts indica que meditar regularmente pode retardar o afinamento das estruturas cerebrais decorrentes do envelhecimento. Na verdade, foi descoberto que a prática engrossa as principais áreas do cérebro relacionadas à percepção auditiva, visual, sensorial e interna. O estudo analisou a função do cérebro dos participantes que foram altamente treinados na Meditação Budista, identificando alterações importantes no hemisfério direito do cérebro que é associado com a manutenção do foco e da atenção. Pesquisadores preveem que outras formas de meditação têm efeitos semelhantes sobre o cérebro, embora seja necessária mais pesquisa para explorar essa possibilidade.

Share

Aumenta o Bem-estar Através da Neuroplasticidade

Monday, June 16th, 2014

meditation-image-84Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Wisconsin – Madison marca uma transição significativa dentro da pesquisa neurocientifica em favor do bem-estar. As conclusões dos pesquisadores sugerem que a meditação provoca alterações neuroplásticas no cérebro que, por sua vez, melhoram o bem-estar das pessoas. Em particular, o estudo mediu os efeitos da meditação em redes neurais que estão associadas com comportamentos socialmente compassivos incluindo o altruísmo, empatia e bondade. Assim como o estresse social pode danificar o cérebro, os pesquisadores explicam que intervenções sociais positivas como a meditação mindfulness podem melhorar a estrutura e a função cerebral. O estudo representa um passo importante na nossa compreensão do complexo processo de neuroplasticidade.

Share

Ajuda a Se Concentrar Melhor

Monday, June 16th, 2014

meditation-image-85Um estudo recente realizado por cientistas da Escola de Medicina de Harvard, do Hospital Geral de Massachusetts (MGH), e do Instituto de Tecnologia de Massachusetts apresenta evidências de que a meditação mindfulness pode afetar positivamente uma estrutura importante do cérebro que nos ajuda a ter mais foco. Essa estrutura ajuda a onda do cérebro conhecida como o “ritmo alfa” ignorar a informação das distrações e evitar a superestimulação. Pesquisadores insistem no fato de que esta função tem um valor especial para as pessoas que vivem no mundo super corrido de hoje. As descobertas dos estudos ajudam a explicar a boa memória e retenção de novas informações dos praticantes da meditação mindfulness, nas quais podem ser facilmente conectadas ao controle do cérebro do ritmo alfa.

Share

Melhora a Função Cerebral

Monday, June 16th, 2014

meditation-image-86Um novo estudo da UCLA indica que praticar meditação regularmente melhora a função geral do cérebro, aumentando a sua capacidade de processar a informação em um ritmo mais rápido. Este fenômeno, conhecido como “gyrification” – um termo que descreve o dobramento do córtex cerebral, a parte mais externa do cérebro, aumenta essa capacidade de processamento de informações. Os pesquisadores interpretam essas novas descobertas como mais uma prova da neuroplasticidade do cérebro em resposta à meditação. Uma melhora do “gyrification” também está associada à melhoria dos processos de tomada de decisão e a formação de memórias. O estudo também revelou a estreita correlação entre o número de anos que um indivíduo que medita e a quantidade de “gyrification” em seu cérebro.

Share

Aumenta o Tamanho do Cérebro

Monday, June 16th, 2014

meditation-image-87Um estudo inovador realizado por cientistas em Yale, Harvard e MIT fornece a primeira evidência de que a meditação – em particular a meditação Budista – tem o potencial de aumentar o tamanho do cérebro. Este crescimento foi o resultado do aumento da espessura da parte do cérebro dos meditadores associada com atenção e estímulos sensoriais. Esta área cerebral afeta o processamento emocional, função cognitiva e o bem-estar. Embora os participantes não tenham tido um crescimento significativo do cérebro – a média foi de 4 a 8 milésimos de polegada – até mesmo esse aumento mínimo é significativo quando se trata da função cerebral. O estudo revelou a necessidade de pesquisas adicionais para examinar os benefícios da meditação no cérebro mais detalhadamente.

Share
  • APRENDA A MEDITAR

    Obtenha seu e-book gratuito!


    Este e-book revela algumas das principais técnicas de meditação mencionadas neste site. Aprenda sobre:
    • meditação mindfulness
    • meditação transcendental
    • frequências binaurais
    • tai chi
    • meditação cristã
    • meditação zen
    • meditação compassiva
    • kirtan kriya
    • meditação samatha / shamatha
    • meditação introspectiva (Vipassana)